O que vestir... no emprego!

21:30

O tempo voa e, sem darmos por isso, estamos no ultimo ano de faculdade e prestes a entrar no mercado de trabalho. Pois, é aqui que começam novas preocupações com o envio de currículos, entrevistas, etc. E a grande questão surge:  o que vestir?
Vimos, por isso, deixar-vos algumas dicas, para tentar simplificar um pouco esta tarefa.


Conhecer a empresa e o cargo
A escolha do look deve ter em conta o dress code da empresa e o cargo a desempenhar. Se não conseguirem perceber se é uma empresa mais conservadora ou, pelo contrário, se é uma empresa que faz parte de uma indústria mais criativa, optem por uma roupa mais formal, joguem pelo seguro. Claro está, que quanto mais elevado for o cargo, maior a necessidade de usar um conjunto mais formal (ex: fato e camisa).

Comodidade
Esta deve ser uma das regras principais: sentir-se confortável com a roupa. Parecendo que não, isso reflete-se na postura durante a entrevista ou durante o horário laboral. O importante é sentirmo-nos bem, confiante e ter liberdade de movimentos. Por exemplo, se não nos sentimos à vontade com saia e/ou saltos altos, há excelentes alternativas que não comprometem em nada o look e a nossa credibilidade!

Cortes, cores e padrões
Idealmente devemos vestir peças com um corte mais clássico e, a partir daí, escolher se preferimos cores, texturas e padrões iguais ou diferentes entre as várias peças. Pelo sim, pelo não, é sempre melhor escolher tons neutros para o todo (preto, cinzento, azul marinho ou bege), podendo haver uma peça de destaque mais colorida ou com padrões pequenos e discretos.  

Calças
A escolha das calças é, muitas vezes, uma dor de cabeça. O nosso conselho é calças clássicas e de corte a direito, nas situações mais formais. Há determinadas situações em que se pode optar por outro tipo de corte, mas a evitar mesmo estão as calças de cintura descaída, calças muito largas ou skinny, calças de ganga e, claro, leggins.

Saias
Esquecer as minissaias e investir nas saias pelo joelho ou alguns centímetros acima deste. As mais indicadas são as saias lápis, a direito ou em formato de A. Dependendo da peça, da conjugação e da situação, as saias mais fluídas também podem ser opção, por exemplo, para quem não gosta de roupa mais justa.

Camisas, blusas e camisolas
A clássica é a camisa branca, mas pode-se, perfeitamente, optar por cores neutras ou por padrões discretos. Tentar evitar: camisolas de malha muito grossas e/ou com borbotos; camisas com folhos ou com estampados grandes; cores muito vivas. O resto é uma questão de bom senso! Dizer não aos decotes grandes, transparências, muitas rendas, apliques e lantejoulas.

Vestidos e macacões
Os vestidos e macacões são ótimos, porque com apenas uma peça de roupa temos o outfit quase completo. Quanto a vestidos, as melhores opções passam pelos modelos cintados e por altura do joelho, sem grandes decotes ou alças finas. Podem ser usados com um blazer ou casaco de malha fina e, quanto aos collants, sempre de cor da pele ou pretos. Os macacões devem ter um corte direito, ser longos e, como se trata de uma peça única, não ter um padrão e/ou cor demasiado exuberantes.

Sapatos
Escusado será dizer que os ténis, UGGs, chinelos, sandálias muito abertas e outros sapatos com muitos apliques ficam para os fins-de-semana! Os saltos alto-médios, sabrinas com um pequeno salto ou sapatos Oxford são os mais apropriados.

Acessórios
Podem ser o make it or break it. Num visual mais básico e sem graça, podemos personalizar com um colar, brincos ou lenço. Mas atenção: especialmente nesta área, excessos não funcionam a nosso favor.

Malas
Devem ser de uma dimensão média (não esquecer que quanto maior a mala, maior a confusão!) e, preferencialmente, em tons neutros (preto, cinzento, castanho ou bege). Deixar de lado as imitações de marcas caras, só causarão má impressão. 

Maquilhagem
Deve ser sóbria e em tons nude: base no tom de pele, corretor, blush e máscara de pestanas são, normalmente, suficientes. Quanto a batom, sempre mais discretos! Nada de tons demasiado escuros, encarnados ou rosas muito vivos. 

Unhas
Sempre arranjadas e limpas, pois dizem muito sobre nós. Unhas sujas, lascadas e roídas passam a imagem de uma pessoa desleixada, ansiosa e insegura. Mais uma vez, apostar predominantemente em tons neutros. Quanto a unhas de gel ou muito compridas, é preciso ter atenção ao cargo a desempenhar, dado que podem ser desadequadas (ex: cuidadores de saúde) ou mesmo muito desconfortáveis.

Cabelo
Como se costuma dizer, é a moldura da nossa cara. Por isso, deve ter um aspeto cuidado e limpo. O penteado deve ser simples (solto ou apanhado), nunca escondendo o rosto ou os olhos.
Dica: evitar brincar com o cabelo durante a entrevista, pois demonstra ansiedade e nervosismo.

Esperamos, com este post, ter-vos dado algumas ferramentas para arrasarem no emprego, quer seja ou não o primeiro!
Beijinhos, I&J 😊

You Might Also Like

0 comentários